• SEJA_ASSUFSM-1.png
  • 10349021 10152490505923833 3661379218707423648 n
  • Icone Facebook
  • YouTube Icone
  • touch-icon-192x192.png
Novembro 2018
D S T Q Q S S
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 1
Sab Nov 24 @12:00PM -
Abertura da Temporada de Verão da Assufsm
Dom Nov 25 @12:00PM -
Feijoada na Assufsm
Ter Nov 27 @ 2:00PM -
Roda de Conversa "Mulheres Negras na Política"
Qua Nov 28 @ 4:00PM -
Debate "Reflexo do Racismo Institucional na Universidade

Calendário completo final 248

ATIVIDADES MÊS N 03

Cartaz Campanha 248

 

verão assufsm

espaço saindical

voz da categoria 248 final

Carta aberta aos aposentados da UFSM

A Causa dos 28%

Em 1993 o Sr. Presidente da República deu aos militares o aumento de 28%, constava na Constituição Federal de 1988.

O reajuste de 28,86% é uma diferença salarial que foi dada para militares em 1993, quando ainda havia isonomia entre os servidores militares e os servidores civis. Todo aumento que era dado ao militar também tinha que ser dado ao civil. À época foi dado reajuste aos militares de alta patente, com a maior diferença em relação ao servidor civil, sendo esses 28,86%. Como os civis não foram reajustados, em 1998 os tribunais e o STF (Supremo Tribunal Federal) entenderam que esse reajuste também deveria ser estendido aos civis.

A nossa UFSM admitiu o erro, confessando a dívida e acordando com alguns servidores, porém a maioria não aceitou, dando assim prosseguimento ao processo. Vejamos este absurdo – O referido processo está tramitando há quase 30 anos, sabemos que se fosse para benefício e pagamento do nosso judiciário, estaríamos esperando 30 anos?

O pior disso tudo que após 30 anos de cálculos, questionamentos, argumentos, a Juíza em questão a pedido da UFSM, pediu o prazo de mais 180 dias para então revisar e calcular novamente, mas é sabido que este pedido feito pelo procurador, foi feito para então um atraso maior neste pagamento que enfim SERIA depositado em 2017.

Questiono então, se fosse para o pagamento do Judiciário, seria aumentado o prazo?

Este desabafo se deve, porque eu estou triste, 50% dos meus colegas aposentados que deveriam receber esse benefício, que é nossos direito, estes aposentados acabaram falecendo, e não podendo usufruir o direito adquirido.
Poderá estes aproveitar? De que forma? 
Será que eu poderei ganhar está incansável luta, que é meu por direito, por ter trabalhado tantos anos e não ser parte da categoria corrupta que hoje nos cerca, que nos veta de usufruir por um erro deles no passado.

A corrupção está em todos os lugares, e acabam nos afetando indireta e diretamente, nós meros trabalhadores honestos. É judiciário mandando prender judiciário, é político sendo preso, é apelação de todas as formas e em todas as instâncias, uma “bola de neve”, onde cada um diz que a responsabilidade é do outro, que a decisão é do outro...

Onde vamos parar?

Estou indignadamente pedindo a DEUS, que poderia mandar um “dilúvio”, que este levasse os maus, e assim permanecesse os bons e viesse um Geração muito melhor que esta, uma geração que pense no bem do próximo, que pense em um coletivo.

E um último pedido para DEUS, se fosse assim possível:

“QUE DA ARCA DE NÓE SE SALVE AO MENOS UM ROSADO”.

 

Valter Lopes Rosado 
Funcionário Público Federal: Curso de Introdução A Física Nuclear.

 



A seção A voz da categoria foi criada para proporcionar um espaço no qual a base da Assufsm possa manifestar suas opiniões, através de artigos dissertativo-argumentativos, sobre as questões sindicais que permeiam o espaço acadêmico e o mundo do trabalho.

Os artigos devem ser enviados para o email comunicaassufsm@gmail.com em formato .doc, com no mínimo 3mil caracteres com espaço (cerca de 1 lauda, fonte arial, tam 12, espaçamento 1.0) e no máximo 6mil carac. com espaço (cerca de 2 laudas, fonte arial, tam 12, espaçamento 1.0). Devem conter título e assinatura do autor, com nome, e um breve perfil (no máximo 3 linhas).

Os artigos serão atualizados semanalmente, de acordo com o recebimento dos textos.

-- A Assufsm ressalta que os artigos não expressam a opinião da entidade, sendo de inteira responsabilidade de seus autores. Textos com conteúdos ofensivos ou pejorativos não serão aceites para publicação, uma vez que esse espaço busca proporcionar crescimento e acúmulo de conhecimento através de textos que promovam a reflexão e ampliem o senso crítico da comunidade universitária.

Veja outros artigos da Voz da Categoria clicando aqui.



Associação dos Servidores da Universidade Federal de Santa Maria (ASSUFSM)

CNPJ 88.112.420/0001-00 - Fones (55) 3220-8123 e (55) 3220-8385 - Fax: (55) 3226-2600

Campus Universitário, Prédio da Administração Central, 10º andar, sala 1006

E-mails: secretaria.assufsm@terra.com.br (Secretaria) comunicaassufsm@gmail.com (Assessoria de Comunicação)

SINTEST-RSFASUBRAFASUBRA