• SEJA_ASSUFSM-1.png
  • 10349021 10152490505923833 3661379218707423648 n
  • Icone Facebook
  • YouTube Icone
  • touch-icon-192x192.png
Outubro 2018
D S T Q Q S S
30 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
Qui Out 18 @ 9:00AM - 04:30PM
Plantão Agemed
Seg Out 22 @ 3:00PM -
Reunião Extraordinária Aposentados(as)
Qui Out 25 @ 9:00AM - 04:30PM
Plantão Agemed

Cartaz Reunião Extraordinária 248

a9850547 dc51 4895 8b30 6347aa4b7328

 

AGEMED PLANTÃO OUTUBRO 248

Cartaz torneio 248

espaço saindical

voz da categoria 248 final

Perspectivas para 2018: Desafios e lutas, para enfrentar os ataques ao Serviço Público

A marca do Governo   Michel Temer na área de educação é a de cortes e vetos, de uma avalanche de pressão aos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público, com a finalidade de buscar o “ tal equilíbrio Fiscal”. Joga toda a culpa nos servidores públicos, investe pesadamente em mídia para que introjete na população que os inimigos da crise são os servidores públicos. Com essa premissa, promove ataques brutais aos direitos de todos os trabalhadores, todas as trabalhadoras, privatiza educação básica e superior, restringindo o acesso à Educação Pública e de Qualidade.

As instituições federais de educação em todo o País vivem momentos de agravamento de crises financeiras, muitas inviabilizando suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Com essa crise, milhões de estudantes, trabalhadores (as) e a sociedade em geral, sofrem e são os mais prejudicados. No contexto das Universidades, percebem-se cortes de bolsas para bolsistas e pesquisadores, demissões de trabalhadores (as) terceirizados (as), mais restrição na projeção para o orçamento de 2018, agravando as continuidades de obras, investimentos e de aquisições básicas, como livros e equipamentos de laboratórios, política de formação, concursos, etc. Um quadro de profunda incerteza e até desesperança.

No que se refere às Universidades os ataques são contínuos, além dos cortes nas verbas, agora, o governo lança mais um terror, que é o decreto Dec. 9262/18, que vem solidificar a EC-95 de “contenção de gastos” e congelamentos das políticas públicos do estado brasileiro. Neste decreto o governo avança na ideia de mais precarização, terceirização e desmonte dos serviços públicos e respectivas carreiras, sinalizando e reforçando a diminuição do Estado, privatizando áreas fundamentais, como a Saúde e Educação.

Mas, quais desafios? Em fevereiro, ainda há uma importante batalha para vencer a guerra contra a aprovação da Reforma da Previdência, os ataques as carreiras, aos concursos públicos congelados, que comprometerão a viabilidade das atividades nos mais diversos segmentos e Instituições Públicas no País.  Estes ataques têm que vir com uma resposta unificada, de luta e enfrentamento. Os movimentos sociais, centrais, sindicatos e da sociedade em geral, precisam reagir.  Precisamos nos mobilizar, rearticular a luta, para que possamos evitar mais colapso, mais danos, perdas para os trabalhadores e trabalhadoras. Não tem outra saída, senão a luta de todos e todas, e urgente.

Loiva Isabel Marques Chansis, é técnico-administrativa em educação, Coordenadora Geral da Assufsm.



A seção A voz da categoria foi criada para proporcionar um espaço no qual a base da Assufsm possa manifestar suas opiniões, através de artigos dissertativo-argumentativos, sobre as questões sindicais que permeiam o espaço acadêmico e o mundo do trabalho.

Os artigos devem ser enviados para o email comunicaassufsm@gmail.com em formato .doc, com no mínimo 3mil caracteres com espaço (cerca de 1 lauda, fonte arial, tam 12, espaçamento 1.0) e no máximo 6mil carac. com espaço (cerca de 2 laudas, fonte arial, tam 12, espaçamento 1.0). Devem conter título e assinatura do autor, com nome, e um breve perfil (no máximo 3 linhas).

Os artigos serão atualizados semanalmente, de acordo com o recebimento dos textos.

-- A Assufsm ressalta que os artigos não expressam a opinião da entidade, sendo de inteira responsabilidade de seus autores. Textos com conteúdos ofensivos ou pejorativos não serão aceites para publicação, uma vez que esse espaço busca proporcionar crescimento e acúmulo de conhecimento através de textos que promovam a reflexão e ampliem o senso crítico da comunidade universitária.

Veja outros artigos da Voz da Categoria clicando aqui.



Associação dos Servidores da Universidade Federal de Santa Maria (ASSUFSM)

CNPJ 88.112.420/0001-00 - Fones (55) 3220-8123 e (55) 3220-8385 - Fax: (55) 3226-2600

Campus Universitário, Prédio da Administração Central, 10º andar, sala 1006

E-mails: secretaria.assufsm@terra.com.br (Secretaria) comunicaassufsm@gmail.com (Assessoria de Comunicação)

SINTEST-RSFASUBRAFASUBRA